Cd7msOwW4AApgtC

Heróis Leoninos

por 20 de Março de 2016À saída do estádio0 Comentários

Gostaria de contar um episódio no último jogo do Sporting que chegou ao meu conhecimento e vou deixar anónimo, porque os heróis não usam capa e preferem ser anónimos.

Um puto muito novo. Desses que vemos à saída dos liceus a mascar pastilha, com os atacadores desapertados e phones no ouvido.

Este é do Sporting. Foi à bola no Sporting – Arouca.

É tão novo que duvido que tenha festejado o último campeonato leonino. Não é sportinguista por causa de títulos, isso é certo. Mas apesar disso faz os cerca de 150 kms que separam a sua casa do Estádio José de Alvalade séc.XXI.

Na já célebre cerimónia de comunhão entre adeptos e o clube, que é aquele momento em que se canta “O Mundo Sabe Que”, antes do apito inicial, este jovem vê uma adepta com uns 5 aninhos a pedir um cachecol ao pai, que a levou à bola. Ela vê os “grandes” a elevarem o cachecol leonino e quer imitá-los. Quer exprimir o seu orgulho verde e branco.

Este puto, dá-lhe o dele. Ela fica radiante, os olhinhos pequeninos a brilharem de orgulho. O sorriso já é paga para o puto.

O pai da miúda confessa-lhe que não teria dinheiro para lhe comprar o cachecol. Já os bilhetes que possibilitaram a presença ali foram oferta de alguém. E dá um abraço cheio de sportinguismo ao puto.

É uma história real. Não sei os nomes, nem preciso. Ou melhor, sei o do puto herói, mas não revelo. São sportinguistas.

Orgulho na geração de adeptos mais novos, que vejo que são dignos de continuar a carregar o estandarte do leão rampante sobre fundo verde.

Viva o Sporting e os seus adeptos. O Mundo Sabe Que são os melhores do mundo.