sporting_cachecois

A suposta bicefalidade da águia albanesa

por 8 de Novembro de 2015Hoje é dia de Sporting0 Comentários

Parece-me que a realidade não é assim tão preto ou branco.

A prioridade da direcção, aquela que julgo que com que todos os adeptos leoninos concordam, é o campeonato. Ser campeão português, que é algo que nos foge há muito tempo. Há demasiado tempo, que nós não ofertamos jantares, nem temos amigos na APAF ou na Federação. Mas isso são contas de outro rosário ou post.

Na véspera do jogo na Albânia, creio que nenhum adepto criticaria a opção tomada por JJ, decerto alinhado com a direcção, de fazer alinhar as segundas linhas do plantel. Praticamente as mesmas, recorde-se, que deram a goleada de 5-1 ao mesmo adversário.

Houve uma má noite, a tempestade perfeita. Golo-penalty-expulsão-golo ainda antes de a equipa compreender o que estava a acontecer já jogava com menos um e com dois golos sofridos.
Hesito em censurar os jogadores, é-me ainda mais difícil criticar Jesus e impossível atribuir os 3-0 ao Bruno de Carvalho e direcção, porque todos concordamos que a estratégia estava correcta.

Então, só era boa estratégia se ganhássemos ao Skenderbeu?

Não.

O foco da direcção e dos jogadores continua o mesmo, com o qual todos concordamos. E concordamos por princípio, não por se ficar a saber os números do euromilhões à segunda-feira…

Não nos deixemos dispersar por adversários ou camarotes a norte. Eles só procuram aproveitar todos os argumentos (e são tão poucos) para arremessar ao presidente, o Octávio, o Inácio, o treinador, titulares ou substitutos, qualquer coisa que apanharem a jeito.

Há pouco tempo atrás, de uma derrota limpinha-limpinha por 3-0, houve aí uns paisanos que salvaram um minuto 70. Na altura, nós, adeptos leoninos, estranhámos a referência, porque para nós, apoiar a equipa é sempre, não só quando está a vencer. E já várias vezes fomos nós na bancada que levámos a equipa ao colo.

Levemos hoje a equipa ao colo em Arouca, contra o Arouca, no campo do Arouca, nas bancadas, os que puderem, no “Inácio” ou no canal oficial, quem tiver que ser. Mas todos, todos, no local de trabalho na segunda-feira, independentemente do resultado que sair dos 90 minutos.

Somos Sporting Clube de Portugal, e seguimos em primeiro do campeonato. E isso, graças a um alinhamento de planetas que está expressa na pirâmide que é o clube, do presidente aos adeptos, passando pelo treinador e jogadores, todos focados nos mesmos objectivos.

P.S.: perguntem a um rival qualquer, portista ou benfiquista, se trocariam uma derrota por 3-0 e o dinheiro do prémio do embate da Liga dos Campeões que tiveram esta semana pela liderança isolada do campeonato português.