ng3024669

Sorteio dos árbitros

por 30 de Junho de 2015Os textos do Damas0 Comentários

O Vitor Pereira e os seus, são gente que se quer aguentar no cargo, como é óbvio. Então, têm que decidir a favor dos ventos dominantes. Tanto no relvado como nos bastidores. Decidem da forma que lhes traga menos problemas.

Esta nomeação dos árbitros é menos uma vantagem para outros, por dois motivos.

Primeiro, o mais comesinho e visível, porque não vão ter as decisões a favor em caso de dúvida. Penaltys, foras de jogo duvidosos, faltas para cartão, etc.

E segundo, o aspecto simbólico. Os agentes desportivos, todos, árbitros, mas não só, têm aqui mais uma prova de que a hegemonia, o controlo do sistema, outrora 100% pró FCP, ontem 100% pró SLB, está a ser disputada e já não se encontra totalmente nas mãos deles. E isto, aparentemente foi conseguido de forma diferente dos dois actores anteriores, sem prostitutas ou viagens ao Brasil, sem transferências de dinheiro para ajudar clubes, sem empréstimos de carradas de jogadores.

Ou seja, também é altamente simbólico a forma como foi alcançado e simbólica a indignação de alguns com tudo isto.

Mas é apenas um pequeno passo de uma longa caminhada nos bastidores para tornar o futebol nacional diferente do que tem sido.

E é apenas uma peça, embora importante, na construção do projecto do presidente leonino para ser campeão nacional. Agora é preciso qualidade em campo e estratégia no banco.