ng2124334

A mensagem não morreu

por 7 de Janeiro de 2015Os textos do Damas0 Comentários

Com muita pena hoje assistimos a mais um sintoma de doença da humanidade com o ataque ao jornal francês “Charlie Hebdo”. A liberdade de expressão do Homem foi assim, também atacada, mas não se irá curvar perante uma cobardia narrada em vídeo com tiros e mortes. Todos opinamos, todos usamos os nossos sentidos para trocar informações com uma ou mais pessoas. Mesmo em desacordo, expressamo-nos também. O ser humano apenas terá de ter vergonha desta forma de limitar os pensamentos e, para os que querem uma resposta ou para os que querem justiça… será dado certamente o exemplo por parte de quem tem uma opinião formada, o mundo em geral!