sc

Venham de lá mais três pontos

por 4 de Outubro de 2014Hoje é dia de Sporting0 Comentários

Depois de termos encerrado o mês de Setembro a jogar com Porto e Chelsea, eis que iniciamos o mês de Outubro com mais uma deslocação ao norte do país, desta feita para defrontar um dos recém chegados à Primeira Liga, o Penafiel. Ocupando a 17ª posição à partida para esta jornada, fruto de quatro derrotas, um empate e uma vitória, será legitimo afirmar que se estivermos ao nível do que fizemos nos últimos três jogos - com a mesma qualidade, objectividade e entrega - o Penafiel será presa fácil para um Leão faminto de vitórias.

Os nortenhos são, até ao momento, um dos piores ataques do campeonato, com três golos marcados, sendo que dois deles, aconteceram no mesmo jogo em casa frente ao Vitória de Setúbal. Um registo muito baixo e que permite-nos antever uma noite tranquila para a nossa defesa que, pelo que sabemos, irá contar com a titularidade de Paulo Oliveira. E isto é uma excelente notícia. Na minha cabeça, o Paulo já merecia esta chamada ao onze titular, só que para substituir Sarr e não Maurício. Mas foi o “Xerife” a lesionar-se e a causar a necessidade de incluir Oliveira nos planos de Marco para a equipa principal e, ainda que fora do contexto que eu imaginei, vale pela possibilidade de o vermos alinhar desde o inicio. Acredito que para muitos, Sarr seja visto como indispensável, com quase dois metros de altura, o francês é um autêntico pronto-socorro nas bolas pelo ar e isso, convenhamos, dá sempre um certo jeito. Na minha óptica, penso que toda essa vantagem fisica não tem sido suficientemente vantajosa para nós, muito pelo contrário, até nos tem é arranjado alguns problemas em muitos lances (contra o Chelsea, por exemplo), devido à carência (imensa) técnica que o gigante central apresenta. Nada que ele não possa resolver com muito trabalho e dedicação, mas por enquanto, chega mesmo a ser arrepiante.

Num passado ainda recente, defrontámos duas vezes o Penafiel, curiosamente, sempre em jogos a contar para a Taça da Liga. Das duas vezes saímos vitoriosos e com resultados expressivos. Primeiro em Alvalade, a 20 de Janeiro de 2011, vencemos com quatro golos sem resposta, e já no corrente ano de 2014, a 25 de Janeiro em Penafiel, o resultado final foi de 1-3. Esperemos que a história do jogo de hoje não seja muito diferente. Até porque, estamos em tolerância zero no que a perder pontos diz respeito e apenas a vitória interessa a todos nós sportinguistas.
É nestes jogos, com equipas claramente inferiores a nós, que se vencem campeonatos. O que define um campeão ao fim de largas jornadas de prova, é o número de pontos que ele perdeu em jogos que não devia perder. Os empates com benfica e porto não foram maus resultados (mais com o benfica porque jogámos fora) e não é nos derbies ou nos clássicos, que se definem os campeões, mas sim, nos jogos em que somos claramente favoritos a ganhar, sejam eles fora ou em casa. É nestes desafios que é proibido perder pontos.

Já consentimos dois empates em jogos para os quais éramos claramente favoritos, (Académica e Belenenses), não nos podemos dar ao luxo de esticar mais a corda e ver aumentar, ainda mais, a distância para o primeiro lugar. É hora de carregar fundo no acelerador e começar a levar tudo à frente. Já aquecemos os motores, já defrontámos grandes equipas e mostrámos que temos qualidade para vencer qualquer jogo, e por isso, chegou a hora de começarmos o assalto ao primeiro lugar. Que o primeiro KO técnico posso ser já hoje. Eu acredito!