Portela

A conta que Deus fez!

por 3 de Outubro de 2014Mão Verde0 Comentários

3 jogos e 3 vitórias.

Isto porque o campeonato ainda vai cedo. Oxalá que apareça daqui a umas semanas, a dizer 15 em 15, já que pelo andar da carruagem o cenário não será assim tão improvável de acontecer. Desta vez, foi mais uma vitória por 10 batatas mas não foram favas contadas. É a refeição do costume.

Novamente, a segunda parte "A La Sporting" trucidou quaisquer dúvidas em relação a um possível vencedor. Claro que nos minutos iniciais o 5-3 a favor do Passos Manuel previa um jogo aguerrido e complicado por parte da equipa da Travessa Convento Jesus mas os nossos bravos leões conseguiram chegar ao intervalo a segurar com muita resina as rédeas do marcador com um parcial de 14-16. Depois veio essa segunda metade e até parece que ando sempre a dizer o mesmo... o adversário ficou a ver pó.

Se a equipa é jovem? Se temos melhor condição física? Se somos mais eficazes? Ou simplesmente conseguimos varrer isto tudo? É provável. Presentemente, o que é certo é que estamos a fazer jus à candidatura ao título e ao nosso lado no topo da tabela encontram-se apenas os últimos vencedores do campeonato (ex-vencedores daqui a uns meses espero eu). Também já defrontámos o Benfica que tem andado desaparecido dos tira-teimas nos últimos anos. Rival é rival e esse também foi um jogo em que eles foram só para cumprir calendário.

Calcado nas redes do Passos ficou o nome de Pedro Portela. Foram 12 carimbadelas com selo fixo do nosso ponta direita. Portela, tem as características perfeitas para um esquerdino que trata por "tu" os contra-ataques, tem um enorme poder de impulsão e força para rematar dos 9 metros se for preciso. Nada mau para um jogador de (apenas) 24 anos que parece jogar há 40. É agora o segundo melhor marcador do campeonato com 24 golos - Pedro Solha em terceiro com menos um - e em muito contribuiu essa suada vitória por 34-24 na jornada que passou no último fim de semana.

Segue-se o encontro da 4ª jornada com o Belenenses, no Pavilhão Ginásio do Sul, no Domingo às 17h. Mas conta como casa ou como fora? - Perguntam vocês. É mais um recinto emprestado enquanto o pavilhão não se ergue pelas cavalitas da Missão Pavilhão, no entanto, a equipa de lá até joga com um tom parecido ao nosso por isso não soa assim tão estranho. Quem não puder chegar lá pode acompanhar na nossa SportingTV  (a ver se atinam com o caraças das transmissões) e pintar a parede da sala de verde.

Para a semana tenho uma forte sensação que vou começar o texto com: 4 jogos e 4 vitórias... Cheira-me!