ande

Andebol de Leão

por 24 de Outubro de 2014Mão Verde0 Comentários

Parece que a história desta EHF Cup se irá fazer com a diferença dos jogos em casa para os jogos fora de portas. A vitória dos Eslovacos no seu reduto teve metade do peso do triunfo leonino em Odivelas o que nos faz pensar que, não ganhando noutras freguesias, temos de ser imunes nos “nossos” campos.

Contas feitas na diferença dos 34-24, para os agora 33-28, há que realçar o facto de ir marcar 28 golos a um país tipicamente devorador de andebol é obra. Não podemos perder agora esta identidade visto que apenas falta um pequeno grande passo até chegar à fase de grupos. É pequeno porque basta sobreviver a 2 jogos, é grande, porque nos calhou uma equipa espanhola, Fraikin BM Granollers, que presentemente assume a vice liderança da tabela no país vizinho atrás do todo poderoso Barcelona. Espreitando a classificação da XXV Liga Asobal esta equipa tem apenas um empate mas um ataque superiorizado por mais de metade das equipas. A diferença, lá está, é a defesa bem cimentada que supera em menos 21 golos a melhor das outras 15 equipas, o tal conjunto de Karabatic e companhia.

Por cá, no Campeonato Fidelidade Andebol 1, passámos mais um teste frente ao Águas Santas no Pavilhão do Ginásio do Sul. Se eu disser que fomos ao intervalo a perder por 2 não acharão estranho pelos textos anteriores em que esta é a nossa nova moda. Estes 12-14 transformaram-se em 30-23 com uma segunda parte de excelente nível e, embora nos apeteça arrancar todos os cabelos a meio dos jogos podemos ser positivistas e saber que temos um balneário unido e um treinador que percebe de tática pois a equipa ajusta-se àquilo que o jogo do adversário semeia. E uma análise eficiente em tempo record pode muitas das vezes ser a chave do sucesso. Este sucesso apenas tem o entrave do empate na Horta e nesta jornada em atraso voltámos a recuperar o terreno da liderança ficando novamente a um ponto dos nossos rivais.

Agora a competição de equipas passa o testamento à nossa Seleção com jogos de preparação frente à Hungria e Rússia, nos dias 29/10 e 02/11. O último, contra os russos será em Vila Nova de Gaia e podemos apoiar como se de verde e branco se tratasse, pois o Sporting volta a ser a equipa mais representada com a convocatória de Ricardo Candeias, Pedro Solha, Pedro Portela, Fábio Magalhães, Bosko Bjelanovic, Rui Silva e Pedro Spínola. Para nós o campeonato só volta no dia 05 de Novembro (jogo esse que terá transmissão direta n´As Redes do Damas) com a difícil deslocação ao Minho frente ao ABC e essa EHF que nos espere para dia 22 ou 23 com o primeiro jogo em casa. Certamente estaremos ainda mais fortes!

Verde, logo existo!