ngEE2BDD10-DAC0-419C-8B49-CBD2B9111881

Poder de Ataque

por 5 de Setembro de 2014Os textos do Damas0 Comentários

Para grandes problemas, soluções criativas! Bem falando, não é assim tão criativo meter o Montero a 10 na tática leonina visto que a posição não é nova para o nosso cafetero de serviço. A chapa de finalizador está entregue a Slimani e que falta que nos fazia este "saca rolhas" para o ataque, com o campeonato português ainda povoado por equipas que querem a todo o custo salvar um ponto que seja, principalmente nos jogos contra os ditos grandes.

Fala-se na preparação do Fredy para jogar atrás do ponta de lança e já o assistimos em alguns jogos, até mesmo no ano passado, quando nos víamos obrigados a meter a carne toda no assador para destruir a defesa contrária. Também não se trata de uma posição desconfortável ao nº10 do Sporting. Na anterior equipa (Seattle Sounders), Montero fazia parte deste estilo de jogo e sabe-se que remata bem de longe, joga para a equipa servindo muitas das vezes de "pivô" nas transições ofensivas e foi apelidado na liga MLS como sendo o jogador colombiano mais inteligente da última década, sucedendo assim a Carlos Valderrama. Esse mesmo!

Se há efeitos negativos com esta mudança na tática, a ter que ser utilizada?! São melhores os prós do que os contras sendo que o único senão será talvez sacrificar  André Martins que começou a pré-época a todo o gás. Sendo isto o que se espera... que jogue o melhor ou então, joguem os 2 juntos, claro. Bem cimentados continuam por cá Adrien e William Carvalho. O Adrien tem mantido um nível de forma a fazer inveja aos aspirantes "Zidanianos", o William acusa algum desgaste talvez por causa das investidas (falhadas) por parte dos colossos europeus mas falou verdade quando jurou fidelidade ao Sporting enquanto tiver contrato. Nos próximos jogos, já com a cabeça livre de assédios, acredito que vai estar outra vez a mesma máquina do ano passado. Mesmo assim nunca o trocaria por 2 ou 3 Enzos.

Finalmente as alas começam a ficar mais bem compostas. A vinda do Nani tem ainda mais protagonismo do que resultados práticos mas depois da época que teve ao serviço dos Red Devils, não seria de esperar que o homem nos brindasse com exibições a 150% já nos primeiros jogos. Mas a vontade está lá e aquela cueca ao Maxi, no último jogo, fez-me rir como eu não me ria há anos. Agora é apanhar balanço e juntamente com Carrillo (que parece já não estar tão intermitente, embora algumas desconcentrações defensivas) há todas as condições para se criar uma dinâmica de ataque bem conseguida.

Nos próximos jogos, Montero a avançar nas costas do Super Sli parece-me boa política. Conseguimos assim uma nova contratação (outro Fredy Montero para outra posição no terreno), novas ideias, novas soluções e um caminho com menos obstáculos. Serão certamente boas dores de cabeça para o Marco Silva que a juntar ao ataque o Mané (forte hipótese), Capel, Heldon ou outro jogador acabará por tornar-nos ainda mais fortes apenas usando o que temos. E agora, com outro ponta de lança recém-contratado, Hadi Sacko, a juntar ao Tanaka "Tsubasa", abram alas para os golos. Acredito que vão ser muitos...