le

BBC – Vida Selvagem

por 24 de Setembro de 2014Os textos do Damas0 Comentários

Nota prévia: Não vou ser mais um dos que vai continuar a alimentar esta polémica entre Bruno de Carvalho e Manuel Fernandes. Até porque, cada um dá a importância ou a relevância que quer a este assunto... A única certeza que tenho no meio desta troca de galhardetes, é a de que o Sporting (O Leão) não ganha rigorosamente nada com estes conflitos interpessoais.

Para não ferir suscetibilidades, vou encarnar na voz de Eduardo Rêgo* e transformar o artigo num documentário da BBC Vida Selvagem.

O tema de hoje são os Leões.

Facilmente, encontramos leões nos cinco - ou seis como preferirem - continentes do mundo. São animais que vivem em comunidade e que têm como principal função proteger o seu grupo de eventuais ataques que possam surgir.

Leão Jovem:
O leão jovem é feroz e ataca à mínima provocação, pois está acometido de uma crise de agressividade resultante da anterior hierarquia leonina. Aquele que tem sobrevivido aos constantes ataques dos caçadores, em breve vai adquirir hábitos mais calmos e mais pacíficos. Actualmente, com 16/18 meses de idade, o leão está na plenitude da sua força. Nesta fase da juventude é agressivo, ágil, feroz e dedica-se com crueldade aos prazeres da caça. Sem medos, é capaz de mostrar as garras a qualquer tentativa de desestabilização no seio do grupo e defendê-lo, afincadamente, como se faz numa verdadeira família.

Leão Adulto:
Quando o leão está mais velho, diminui um pouco da sua vivacidade. Alimenta-se de grandes memórias mas também se perde, por vezes, na realidade do mundo que o rodeia. Quando a "fome" é muita, a visão fica turva e acaba facilmente manipulado por Hienas azuis e Chacais vermelhos. Este Leão Adulto continua a ter uma juba imponente. Em tempos, foi um dos principais predadores deste grupo e um dos responsáveis para que o leão fosse o animal mais temido e respeitado no reino dos animais. Foi também, no auge do seu reinado, o grande obreiro por transformar muitas crias recém-nascidas em verdadeiros Leões.

Caça:
O leão caça águias, dragões, corjas e papagaios. A técnica utilizada consiste primeiro em observar a presa e, quando esta se encontra a uma distância adequada, persegui-la em grande velocidade para, posteriormente, derrubá-la como de um atropelamento se tratasse. Com as suas poderosas garras e os seus longos dentes caninos, o Leão é capaz de caçar durante muito tempo. Enfrenta sem qualquer receio todos aqueles que tentarem obstruir o caminho. Seja uma águia "do tipo Manha", um dragão "do tipo Bimbo" ou um papagaio "do tipo Rodolfo", este leão não se faz de rogado.

O pior mesmo é quando os confrontos acontecem dentro do próprio grupo. Todos aqueles instintos nobres que estão, intrinsecamente, ligados a este animais, dispersam-se em pequenas manifestações de raiva que não conduzem a nenhum resultado prático, acabando por ferir apenas o bom nome do leão.

Fiel até à Morte:
O Leão é um apaixonado por natureza. É também um animal de confiança e assim que encontra o seu amor, é-lhe fiel até depois da morte. Mesmo que um leão seja preso ou capturado, nada mais é capaz de o atrair depois de encontrar o seu primeiro e único grande amor. Procuram esse sentimento de forma árdua e intensa, até o conseguirem encontrar (alguns dizem que é à nascença). Em seguida, depois de tal conquista, um leão passeia-se sempre com altivez e um manifesto orgulho em exibir a mais bela juba alguma vez vista.

Filhotes:
O período de gestação tem obrigatoriamente que ser curto. Em 108 anos e depois de dar à luz, mais de três milhões de leõezinhos, o leão continua forte e pleno de capacidades para continuar a alimentar toda esta família que não pára de crescer e que continua sedenta por caçadas aos títulos.

O Leão:
O leão, membro da família dos Felídeos e o Rei das Selvas, tem uma juba lindíssima e um rugido que se faz ouvir nos quatro (ou cinco ou seis) cantos do mundo. Tem 108 anos de vida, um corpo saudável e tem como esperança média de vida a eternidade. O passo é lento e seguro, o olhar altivo e penetrante. Com a sua força, é capaz de quebrar a coluna vertebral de um dragão e de depenar uma galinha -leia-se águia -, ao mesmo tempo que reúne todas as qualidades necessárias para ensinar os seus filhotes a caçar. E é já na sexta-feira, que o Leão vai levar as crias para ir a caça dos dragões "do tipo fruta".

Espero que este documentário tenha servido como um relaxante capaz de acalmar a alma mais stressada ou nervosa deste mundo de leões rampantes.
.

 

Adenda - Eduardo Rêgo, é a voz-off que nos acompanha há mais de duas décadas nas manhãs de Domingo, anteriormente no canal da RTP, agora na SIC. Ao longo dos 25 anos, a voz deste minhoto de 61 anos foi o rosto do programa BBC - Vida Selvagem.