Capturar3

O equipamento e o arranque da SportingTV

por 3 de Julho de 2014Os textos do Damas0 Comentários

E esse equipamento?Camisola com design italiano, com acabamentos únicos adequados à alta competição, fabricada com um tecido de elevada qualidade e um tipo de letra exclusivamente desenhado para o Sporting.OK, os calções não geraram grande unanimidade dentro do universo sportinguista, isto porque ainda há muitos adeptos a preferirem a cor preta que nos acompanhou durante tantos anos, tendo ficado no ar a desconfiança neste conjunto mais... digamos, homogéneo. Quem sabe se não será um bom tónico para encher de verde o país no final da época, pois até já os "sponsors" se renderam à nossa cor, optando por se camuflar no próprio equipamento, em vez de causar aquele ruído visual pouco saudável para os olhos.

Depois de divulgados ao pormenor todos os detalhes do seio verde e branco na I Gala Honoris Sporting no Meo Arena julgo que o nosso "forgão" era dos mais aguardados. O nosso A-Team já se irá ver a quilómetros de distância e a ´meter respeitinho` com o gigante leão impresso nas laterais, a afastar caminho para o nosso grande amor passar. E tem Wi-Fi e poltronas rotativas que «deixa a um canto» o Air Force 1!

Na questão do equipamento suplente vamos ter um amarelo predominante e também verde (sempre verde acima de tudo). Quando alguém mandar a "piadinha" do jogar à Paços de Ferreira basta perguntar quem foi que ganhou o primeiro ouro olímpico para Portugal. É em memória dos 30 anos do feito de um dos nossos atletas mais influentes no mundo, Carlos Lopes. O amarelo seleccionado, respeita ainda o código cromático do símbolo do Leão presente no emblema do Sporting Clube de Portugal.
"Em 12 de Agosto, Carlos Lopes venceu a prova de maratona nos Jogos de 1984, tornando-se o primeiro português a ser medalhado com o ouro nos Jogos Olímpicos. A prova foi rápida, e a marca atingida (2h9m21s) foi recorde olímpico até aos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008. Em 2013, Carlos Lopes foi nomeado diretor do departamento de atletismo do Sporting Clube de Portugal."

Carago, gostei da gala! Quando o apresentador Pedro Fernandes disse que o jantar já não era Sushi, porque as facas do Tanaka não tinham passado no aeroporto, ri-me com os dentes todos (fora estereótipos, claro). O Japonês parece ter ficado de «olhos em bico» com o cabelo da nossa musa Maria José Valério e acredito que durante a próxima época irá também deixar os adeptos de «olhos em bico», quando lhe der para fazer maravilhas com aquele pé esquerdo.
Para isto tudo vamos ter a cobertura da Sporting TV que se comportou às mil maravilhas neste primeiro grande teste. Não há cá falhas de transmissão, quedas de tecto falso ou comentários de jogos em cabines telefónicas esquecidas algures em segundo plano. Agora sim, quem controla a imagem que o Sporting passa para os adeptos, é este Sporting, o Sporting que é nosso.Os profissionais do nosso canal parecem ter níveis de competência acima do exigido e falam à Sporting, claro.
Espiei ainda alguns desabafos da malta leonina a falar dos atributos femininos desta jovem equipa. Alguns opinavam que estaria a ser mostrado mais o bonito do que o profissional. Em boa verdade é mais fácil fazer uma mulher inteligente ficar bonita, do que uma mulher bonita ficar inteligente (isto serve para ambos os sexos). Contudo, acredito mesmo é no trabalho feito pelas pessoas e não as podemos julgar a Priori. Serão certamente excelentes profissionais e quem sabe, se daqui a umas semanas, depois de as conhecer melhor, não me esticarei nalgum texto a perguntar-vos se alguma delas se encontra descomprometida. Mas isso fica para depois!

Verde, logo existo!