Capturar

Os orgasmos dos outros!

por 27 de Junho de 2014Os textos do Damas0 Comentários

“Tivemos o que merecemos.”. Não deixa de ser anormal ouvir estas palavras da boca de quem tudo teria de fazer para que não saíssemos inglórios do Mundial. É certo que num habitat não típico para a maior parte dos jogadores desta competição, se notasse um maior progresso para seleções fora da Europa. Das 13 que viajaram para o Brasil 7 já estão de volta e nós não fugimos a esse lote de cabisbaixos perdendo o direito por lutar por algo mais que uma simples fase de grupos.

As expectativas eram sempre altas porque fomos habituados a tal. O facto de ter o melhor jogador do mundo entre o seio luso teve a conotação internacional de que Cristiano Ronaldo seria quem levaria Portugal às costas, mas do nosso lado apenas nos caberia jogar como um grupo aproveitando a gigante qualidade do craque madeirense. Se não se viu esse pragmatismo da nossa parte durante os 3 jogos oficiais, no caso específico dos 2 primeiros a actividade como grupo foi quase nula. Ganharam com isto, as especulações, alguns empresários e grandes mestres da tática querendo com isto dizer a cada português que não deu para mais porque o fado não o quis dessa maneira.


Há um problema de mentalidade e a maneira mais corajosa de o mudar será cambiar os chefes, contudo, a equipa técnica será a mesma, os métodos naturalmente serão os mesmos e claro, expectativas futuras serão as mesmas, com a fasquia sensivelmente mais baixa.
Houve um clique naquele Europeu em 2000 quando virámos o 2-0 da Inglaterra – nesta altura só queria mesmo que o jogo acabasse ali – para 2-3 e a partir daí a geração de ouro poderia bater qualquer equipa que aparecesse à frente. Sem contar com o Mundial de 2002 abaixo de forma – e consequente xau xau à equipa técnica – todas as competições tiveram um Portugal capaz de chegar longe que nos fez segurar um 4º lugar no ranking em 2014.

É por isto que não me contento com o 3º lugar no grupo G. É por isto que não me serve de desculpa a mim o raio da humidade e outras condições, é também por isto que não me contento em ver inventar um defesa esquerdo quando o Antunes não foi convocado porque se levamos alternativa para esta posição é para render e não para adaptar em caso de tragédia. É mais que tudo por isto que vi um país inteiro pedir o William Carvalho no meio campo para poder soltar os restantes jogadores e quando o King para lá vai dá razão a quem não tirou curso de treinador e que vive os jogos a partir da TV, do Streaming ou da bancada. Independentemente do amor clubístico das pessoas quando digo o país inteiro foi mesmo o Portugal inteiro.

Assistiremos agora ao resto do Mundial sem cachecóis tugas e sem pressões pois apenas vamos torcer pelo Rojo e pelo Slimani. Sobra-nos o alívio do Real Madrid por ter finalmente o CR7 de férias porque se arranjamos um salvador chamado Varela o melhor do mundo já pode descansar. Cristiano vai continuar a ser o rei do futebol mundial mas o aspecto positivo que tiramos disto é que não queremos ver a imagem dele associada a eventuais revoluções que possam nascer daqui para a frente. Aparte possíveis abdicanços que possam surgir por parte de um ou outro jogador como sempre acontece, ou mudamos de Paulo Bento ou Paulo Bento terá de mudar alguma coisa.

Se fizemos o mesmo que EUA e não passámos foi porque eles levaram 1 da Alemanha e nós 4. Não podemos apenas rezar que da próxima vez a Alemanha espete 5 golos aos Estados Unidos para dizermos que fizemos o nosso trabalho.


Não demoraremos muito a esquecer o mundial. O presidente Bruno de Carvalho, foi multado porque irritou alguém e a Instituição Sporting Clube de Portugal também porque publicou desabafos que esse “alguém” já irritado não gostou de ler. Meus senhores e minhas senhoras… está a começar o campeonato 2014/2015.

Verde, logo existo!