• golo
  • dani1

(D)estabilizar

por 8 de Fevereiro de 2014Hoje é dia de Sporting, Os textos do Damas0 Comentários

Ao ritmo de um concurso têm-se colocado questões sobre qual vai ser, a curto prazo, o futuro do Sporting, quer na Taça da Liga, quer no campeonato. Mesmo no timming certo. Nesta altura de Pré-Derby. Ora bem, quem quiser que chore. Eu estou cá para vender lenços.

Pois é! Empatar com a Académica nesta altura é mau para a oportunidade perdida de agarrar o topo, ainda mais antes do jogo com o Benfica...“- Empatar é sempre mau para o Sporting, seja com quem for. Se lá estiveram mais de 36 mil pessoas foi porque acreditaram, e não saíram satisfeitos. Se algo correu mal, está identificado, vamos melhorar porque a finalização no último domingo seria o factor decisivo perante uma equipa que muito defendeu (e bem) e que causou um perigo relativo. Podem chamar de “nervos” por termos uma equipa muito nova. Eu chamo pouca sorte.

Mais difícil será por não terem o William Carvalho.”- Obrigado por acharem que o William Carvalho é Todo Poderoso (cá também achamos isso) mas não vamos começar com 10 jogadores. E a equipa técnica já deu provas mais que suficientes do que é nota 20 em gestão. Tendo o nosso “Patrick Vieira” 5 amarelos e Fito emprestado (ainda renovámos com ele), vamos procurar uma solução no grupo. Claro que também gostaríamos que ele jogasse mas acreditamos que seja o Dier, ou até o Boeck, a jogar na posição de “varre, assenta e distribui”. O esqueleto da equipa não fica menos forte. No futebol chama-se a isto Identidade.

O inferno da Luz não vai ajudar...”- Se sportinguista tivesse medo não devorava 3.000 bilhetes no tempo em que o diabo esfrega um olho (disse diabo… não é metáfora). Se não houvesse limite de bilhetes acredito que o estádio seria mais verde que vermelho no dia 9. E vamos fazer tanto barulho que os benfiquistas terão de mandar SMS ao colega do lado para conseguir conversar.

O empate não serve, o Porto pode ultrapassar...”- Não é decisivo o jogo. É muito importante… mas não é um resultado urgente. Já jogámos fora para o campeonato com Porto, Braga, Guimarães, Estoril, Gil Vicente e agora limpamos mais uma jornada-papão com o Benfica. Não será fácil até ao fim, porém, estar onde estamos depois destas viagens todas, é obra!

Achas que os reforços vão causar mossa?“- Não! Mossa já o Sporting causou desde o início da época. Estes reforços vão sim, dar continuidade a um excelente trabalho que se tem feito até aqui. Ficamos assim, ainda mais fortes, com mais soluções, com a mesma esperança e com menos dúvidas. Não compramos por comprar. Investimos nas nossas ferramentas!

Já viste que podes estar nas meias finais da Taça da Liga em vez do Porto, por uma decisão de secretaria?!”- Não me sinto bem por ser assim, mas não fomos nós que deixámos a competição feia. Acabámos o nosso jogo cientes do que era possível e fizemos por isso. Ninguém gosta do que se passou mas, tendo ou não sido deliberado o atraso no outro jogo, a desvantagem ficou do nosso lado. Quando tudo se decide em golos, e o nosso jogo acaba vários minutos antes, quem está no outro lado tem o poder da decisão: Arriscar 11 pontas de lança ou 11 guarda-redes pois aquele resultado não interessava. Se sofressem mais um golo era igual ao que estava mas se marcassem ganhavam o bilhete. Foi um risco sem risco anti-ética. Hoje temos um presidente que de passivo não tem nada e gostamos. Representa os interesses do Sporting e do desporto mais do que tudo e apenas baixa o queixo para beijar o símbolo. O nosso Bruno é a cara da verdade!

Se não estiverem nas meias-finais jogam com os putos para o ano?“- É a nossa posição. Não queremos desrespeitar a competição nem os nossos jogadores mais jovens. Mas se a prova, quando o fizemos com rigor, nos desrespeitou ao deixar que as regras pudessem não ser cumpridas valorizaremos sim o que nos interessar melhor para o trabalho do clube.

Há 3 resultados possíveis. Achas que o Sporting vai ganhar ao Benfica?“- Sim. Basta leres o texto de início, novamente.

I rest my case!