adeptos51

Guimarães será mais um bom momento

por 20 de Novembro de 2013Os textos do Damas0 Comentários

O hiato competitivo que se seguiu ao jogo frente ao Benfica é uma preocupação latente. Nesse encontro, cientes da dificuldade do mesmo, os jogadores conseguiram recuperar espetacularmente de uma desvantagem que quase dava o encontro por terminado e, não passaram por não ter apontado um golo mais mas também devido a algumas situações que já foram exaustivamente clarificadas.

E é aqui que entra a preocupação da quebra competitiva. Fora uma derrota simples e sem contestação e esta até poderia ser positiva, para que Leonardo Jardim pudesse falar com os jogadores, limar arestas, apontar erros e corrigi-los de forma muito mais tranquila. Mas a atitude que a equipa evidenciou nessa partida e a qualidade do futebol apresentado mostrou que os nossos leões estariam totalmente preparados para jogar no dia seguinte se tal fosse necessário.

Essa derrota, e consequente afastamento de um dos objetivos, a Taça de Portugal, foi um duro golpe que tem de ser completamente rechaçado já na próxima partida. O adversário será o Vitória de Guimarães que segue numa série de quatro derrotas consecutivas em encontros a contar para a Liga, Europa League, Taça de Portugal e Taça da Liga.

Mas desengane-se quem espera que esta equipa orientada por Rui Vitória seja mais fraca do que a da temporada passada. Apesar da saída de Ricardo para o FC Porto, as contratações de Abdoulaye, do nosso bem conhecido André Santos e principalmente de Maazou revelaram-se muito importantes para um conjunto que conseguiu o empréstimo de Tiago Rodrigues. Esta série de derrotas justifica-se particularmente pela vaga de lesões que tem deixado de fora elementos como o já citado Abdoulaye, Moreno ou Marco Matias, jogador também formado em Alvalade e que tem assinado uma temporada de grande nível.

Assim, o que esperar deste encontro? Não um Vitória atrevido e com capacidade de assumir o encontro. Não me espantaria ver a equipa minhota remetida a um controlo defensivo fora do normal, porque a isso obriga este Sporting de Leonardo Jardim, conjugado com iniciativas de ataque rápido que, com dois ou três toques chegue á nossa grande área.
O Sporting entrará como sempre, intenso e dominador, tentando desde o primeiro minuto o golo, como é seu apanágio desde que começou a temporada. Resta-nos a nós fazer parte da enorme falange de apoio que viajará até ao Estádio D. Afonso Henriques ou ficar em casa a roer as unhas e a apoiar esta jovem equipa que neste encontro, mais do que nunca, merece que estejamos a seu lado.

Nota final: excelente estreia de William Carvalho na selecção nacional, conferindo segurança no momento certo, permitindo a reviravolta no marcador e a vitória de Portugal.

Nota final 2: Este fim de semana há UEFA Futsal Cup! Espera-se uma enchente em Almada no apoio intenso aos nossos leões que apontam a uma vitória histórica na maior competição de clubes da Europa.