pretos

Feios, porcos e maus

por 18 de Setembro de 2013Os textos do Damas0 Comentários

Não é sobre o filme de Ettore Scola, ” Brutti, Sporchi e Cattivi” que vos vou escrever. Este é um outro filme. Não é tão intenso como o: “Anão”, porém o argumento continua a ser extremamente sujo e obsceno.

Feios, porcos e maus é um filme dirigido pelo famoso cineasta Dom.Frutas e foi lançado em Portugal no dia 17 de Setembro de 2013. Um filme que nos consciencializa sobre o abuso e o aproveitamento da máfia sobre os mais desfavorecidos. Este elenco conta com a participação do famoso actor da célebre serie de verão: “Vai, Bruma e não voltes”.A incrível história é baseada em factos verídicos, Baldé conta-nos que o seu novo papel afasta-se daquela personagem protectora e ao mesmo tempo interesseira que desempenhou naquele que foi considerado o hype futebolístico deste verão. Agora nesta nova participação, o conhecido caça talentos da Guiné, dá-nos a conhecer o seu lado mais ingénuo e afectivo.

No elenco desta historia, aparecem os recém talentosos actores, Cassamá e Sambú. Dois jovens provenientes da melhor escola de actores do mundo mas que fascinados e manipulados por dinheiro sujo, decidem abandonar a escola e rumar a uma cidade que lhes vai destruir o futuro. Dom.Frutas, mais do que simplesmente centralizar o foco no seu trabalho, dá um toque muito pessoal ao filme. Tem como objectivo destruir e vingar-se de quem lhe tente fazer frente. A corrupção futebolística é a regra deste jogo e a única lei é: a lei do mais forte.

Neste roteiro, não cabe um pingo de honestidade e seriedade. Os pais dos miúdos são subornados e aliciados com algumas notas e os figurinos fazem questão de entrar na acção. No desenrolar da história, a pobreza social de uns e a pobreza de espírito de outros, é um constante. Balde ainda tenta atenuar a situação mas no fim, a máfia recruta mais dois jovens para uma batalha que corrompe as leis do jogo e que destorce o fascinante mundo do futebol.

Nesta terrível produção de Dom.Frutas, resta-nos lembrar os mais desatentos de outras curtas-metragens que prometiam ser grandes estreias mundiais e acabaram arrumadas num caixote na secção: "Os que nunca foram".

Agora para chegar aos grandes ecrãs, Cassamá e Sambú que perguntem ao famosos actores: Ukra, Ivanildo, Bruno Gama, Castro, entre outros, como se faz para chegar a tamanho sucesso.

Porcos, sujos e maus, é a escolha mais acertada para o titulo de mais uma historia triste do cineasta Dom.Frutas. Ao fim ao cabo, uma historia negra que envolve temas bem actuais da nossa sociedade, tais como: Abuso de poder, corrupção passiva, suborno e estupidez.