O Futuro será Verde e Branco

por 7 de Agosto de 2013Os textos do Damas0 Comentários

A conjuntura económica que o Sporting Clube de Portugal atravessa obrigou, a como tantas vezes apontei e finalmente se observa, a uma contenção de custos e a um, como disse muito bem Leonardo Jardim, a viver com o “que somos”.

O que é o Sporting? A formação de excelência é, reconhecida mais lá fora do que em Portugal, um apanágio do nosso clube. Ora, depois de dois anos de devaneios institucionais e financeiros, a situação financeira do clube obrigou a que se voltasse a colocar os dois pés no chão. O aproveitamento desta formação, através de um acompanhamento mais presente e um crescimento mais faseado parece ser o futuro próximo.


Aqui chegados, o verdadeiro trabalho de “sapa” desenvolvido pela direção presidida por Bruno de Carvalho com a renovação de contratos das mais recentes promessas da Academia de Alcochete tem de ser aplaudido condignamente. Fartos que estamos de ver promessas nossas brilhar por outros emblemas depois de terem sido postas de parte nos últimos anos, importa segurar o futuro dos jovens que cresceram connosco, que nos deram títulos e que têm brilhado intensamente nas seleções jovens.


Não querendo particularizar, o futuro de elementos como William Carvalho, João Mário, Filipe Chaby ou Iuri Medeiros poderá ser brilhante e, assim, o Sporting Clube de Portugal conseguirá capitalizar muito mais do que o seria feito se esta aposta na formação não fosse tão vincada.


As críticas surgiram, como sempre. Fosse pela duração dos contratos, pelas cláusulas de rescisão estabelecidas ou até por uma suposta incógnita do valor dos jogadores em questão. A verdade é que criticar o Sporting é fácil no momento em que vivemos. Mas o futuro é que é uma verdadeira incógnita e ninguém saberá se algum destes jogadores poderá alcançar um patamar exibicional excecional e ser muito importante já nesta temporada.


O que importa é acautelar o futuro destes jovens. Todos querem alinhar ao mais alto nível pelo Sporting Clube de Portugal, dar títulos ao nosso clube e marcar a diferença. Cá estaremos para os acompanhar e apoiar calorosamente pois só todos em conjunto formamos o Sporting, o “nosso grande amor”.


Sporting não de Lisboa, mas de Portugal