O cântico

por 22 de Agosto de 2013Os textos do Damas0 Comentários

É obrigatório ver isto primeiro.


Se viste o vídeo podes continuar a ler. Senão podes parar já! Este texto não é para ti. 

“Tu vais vencer”

Por favor não me digam que isto é o ópio do povo. Isto é muito mais que isso. Os intelectuais não acham piada?! Parem, por favor… Isto é muito mais que isso. É uma moldura humana, que a uma só voz e com uma alma tremenda, consegue deixar qualquer um arrepiado e com um nó na garganta. Isto dos outros criticarem porque é popular em vez de parecer erudito, faz tanto sentido como acreditar que o Rui Oliveira e Costa consegue acertar no nome dos jogadores. Passo a passo vamos começando a marcar uma posição. Novo presidente, novo treinador, muita juventude da formação e uma bancada sul capaz criar uma atmosfera arrepiante.

“Podes Crer” 

Nós vamos continuar sempre deste lado, sobre isso que não exista a mínima dúvida. Num sofá, numa bancada, num núcleo ou num tasco no estrangeiro, a garganta estará afinada e o coração a abarrotar de orgulho por apoiar o clube de Portugal. Isto é para quem gosta. É mais que uma questão de vida ou de morte. É muito mais. Como se diz habitualmente, isto não se escolhe, sente-se. É assim com qualquer verdadeiro adepto. É gostar sempre mais do Sporting e nunca de outra equipa. É não conseguir nunca apoiar outra equipa, é cumprimentar um estranho na rua só porque usa a verde e branca, é dormir a pensar nisto, é passar o dia a cantarolar este nosso hino, é nunca acreditar que perdemos e sonhar com o dia em que seremos campeões. É isto e muito mais do que isto…

“Porque a nossa força e brutal” 

Somos um clube de nobres valores, grandes conquistas e sem nunca virar a cara à luta. Nunca nos rendemos, porque no bem ou no mal, o nosso coração é da cor da nossa camisola. Defender este ideal é mais do que me defender a mim mesmo. É sentir-me parte dele, é não me rir com piadas sobre a minha equipa, é apoiar mais o meu Sporting que a minha selecção, é apoiar, em andebol, futsal, atletismo, hóquei, futebol, ténis de mesa e até em xadrez.


“Mais de um século de histórias para contar” 


São 107 anos de histórias fabulosas e de conquistas maravilhosas. Neste clube, misturam-se títulos nacionais, olímpicos, mundiais e europeus, formam-se atletas capazes de atingir o patamar universal, atletas que ainda hoje conseguem engrandecer o Sporting e elevar o nome do campeão do desporto português.

“Sporting, tu nunca vais acabar”

É impossível, um clube como o Sporting acabar. Aquilo a que assistimos na última partida na curva sul foi algo mágico, só ao alcance dos melhores adeptos do mundo. Este é um Sporting que me arrepia, que me deixa com os olhos embaciados e que me faz acreditar que na vida tudo é possível. Um clube a uma só voz, num só salto e com uma só alma. Ser Sporting não me faz melhor que ninguém, mas tão pouco me faz pior. Nós não somos do Sporting. Nós somos o Sporting. A derrota deles é a nossa derrota. A vitória deles é a nossa vitória. E isso nunca vai mudar.

Agora, ao ritmo do cha-cha-cha do Montero, ouve outra vez.



Sporting Sempre.