post1

O eterno amigo

por 1 de Julho de 2013Os textos do Damas0 Comentários

Olá, como estás? Há muito que não te escrevo e hoje senti necessidade de o fazer. É um dia especial para mim e quero partilhar esta data contigo. Escrevo para ti, que me abraçaste nesta caminhada centenária, que me acompanhaste em títulos olímpicos, mundiais e europeus, mas também nos tempos em que me senti mais em baixo, nos momentos mais dolorosos, tu continuavas ali, à distância de um olhar que sempre me serviu para reconfortar a alma.


Nestes meus 107 anos, entraram uns, saíram outros, mas a maior parte deles, deixou-me muito em baixo. Ao contrário de ti, que constantemente estiveste aí desse lado, com o teu ombro amigo e com o teu espírito de guerreiro, sempre pronto a dar-me a mão e a lutar por mim.

És tu que me tornas mais forte, mágico, imponente e único, e é através desse apoio que, ao contrário daquilo que muita gente desejaria, começo a melhorar. Sinto-me mais seguro, mais saudável mas não estou completo… faltas-me tu! Tenho saudades tuas, saudades de sentir o teu entusiasmo, de me galvanizar pelas constantes lutas que travas em meu nome, saudades de poder oferecer algo em troca por toda a dedicação, por todo o espírito de luta. Tenho saudade, esta palavra tão portuguesa como o meu nome, de te ver chorar de alegria, saudade de saber que se eu estiver bem, a tua vida roça a perfeição. Amigo, como eu sinto a tua falta…

Sei que mereces algo. Reconheço que tenho que te dar algo em troca por todas as vezes em que eu estive num sítio e tu foste lá cantar por mim, saltar por mim. Por todas as vezes em que te desapontei e ainda assim, depois de respirares fundo, voltavas a recuperar as forças e a sorrir por mim… tal é o orgulho que te corria e corre nas veias. Sei perfeitamente que uma das coisas que mais força me dá, é ver-te desse lado, de braços abertos, de voz preparada e alma afiada para me apoiares e nunca me deixares cair. Eu sei, eu reconheço. Eu sei que tu fazes parte de mim.

Saber que posso contar contigo para tudo nesta vida, alimenta-me o ego e faz de mim grande, tão grande como os maiores da Europa. És tu, o meu melhor amigo. Sempre o foste, e isso permite-me continuar a lutar por mim e por ti. Contigo sempre ao meu lado, eu não ganho, não perco, nem empato. Eu faço história. Sem ti, não seria possível construir esta fábula com mais de um século. Se eu não tocasse no teu coração, nada disto seria possível. É inexplicável que faças de mim o teu refúgio, que me tatues no teu corpo, que troques a tua namorada por mim ou que faças de mim, um estilo de vida e uma maneira de ser. Sim, não dá para explicar, não existem palavras suficientes, não é palpável, isto apenas te vem do coração.

Um abraço deste teu eterno amigo.

Ass: Sporting Clube de Portugal.