redes

Vivos e bem vivos!

por 3 de Junho de 2013Os textos do Damas0 Comentários

Ecletismo é a palavra de ordem.

Primeiro foi Pedro Fraga que, na sua estreia a solo, arrecadou a medalha de prata nos Europeus de Remo. Mais uma vez, o remador colocou o nome do clube no pódio do Remo Mundial.

Depois foram os rapazes no Futsal. Mais um jogo, mais uma vitória e mais uma goleada! Fica prazeroso escrever sobre esta equipa. Com um expressivo 1-6 na primeira mão, o Sporting garante praticamente o acesso à final onde se decide o campeão nacional de Futsal. Com uma época de luxo, com uma categoria incomparável, dificilmente a equipa de Nuno Dias, deixará fugir o objectivo máximo da época.

Por último, os outros rapazes, os bravos leões do andebol, foram com o objectivo de fazer um remake da edição do ano passado. Com muito mais suor e com muito mais dificuldade, o desfecho repetiu-se e o Sporting conquistou a 14ª Taça de Portugal. Foi um jogo muito intenso, com um marcador incerto mas com uma vontade e entrega magníficas. Em momento algum do jogo a equipa baixou os braços, nunca perdeu a vontade de vencer e bateu-se cara-a-cara com uma equipa que tem um orçamento desportivo e financeiro substancialmente superior ao nosso. Contudo, está nos pergaminhos do nosso clube, que o esforço, a dedicação e a devoção são os caminhos que nos conduzem a momentos como aqueles que orgulhosamente vivemos durante o dia de ontem.


Não vou esconder que o Andebol é uma das modalidades que mais aprecio no vasto ecletismo leonino, com certeza que o facto de ter praticado este desporto durante largos anos, foi, e ainda é, a razão pela qual eu continue um apaixonado da modalidade. Embora seja o futebol o desporto rei no universo do clube, é nesta modalidade que a paixão pelo clube e amizade se juntam. A ti, Rui e a ti, Pedro, quero deixar um forte abraço e dar-vos os parabéns, pela 14º Taça de Portugal, mas quero sobretudo agradecer-vos por continuarem a fazer do meu clube a maior potência desportiva nacional.


Sporting sempre.