777337

Época de saldos. Ou talvez não.

por 28 de Junho de 2013Os textos do Damas0 Comentários

Com uma época mais do que decepcionante, o período ‘pós-temporada’ tem-se revelado uma autêntica tentativa de afirmação da época de saldos fora do prazo. Por cá, oficialmente, a época de saldos só arranca a 15 de Julho, mas, tal como numa qualquer rede de lojas de roupa, também no futebol alguns mercados iniciam campanhas de promoções, de forma a antecipar a época de saldos e a aumentar o volume de vendas.

As datas corroboram o actual momento, mas, a verdade é que, até agora, o Sporting pouco vendeu. Ainda que com saídas mais do que vaticinadas e conversações bem encaminhadas, as últimas semanas têm indicado que a posição que orienta a recente direcção é a de que as dificuldades não podem levar ao desespero e de que, não obstante as restrições financeiras, os jogadores do plantel principal da equipa de futebol devem ser devidamente valorizados – ou, no mínimo, correctamente avaliados, quer se trate de uma transferência para dentro ou para fora do clube.

A cada dia que passa, a amplitude dos estragos causados durante os últimos anos parece infinitamente maior que a do dia anterior, mas, mesmo correndo o risco de, por tudo querer nada conseguir, Bruno de Carvalho tem tentado esticar cada uma das cordas que lhe são apresentadas e disso ninguém o poderá acusar.

Por estes tempos, as novelas de verão adensam-se, há novos pormenores revelados diariamente, e a imprensa internacional também está atenta, com o foco num jogador em particular: Bruma. Para o bem ou para o mal, o jogador – que neste momento actua pela selecção sub-20, na Turquia – é o quebra-cabeças leonino. De um lado, o talento, o constante desafio para as defesas adversárias e a singularidade que leva para o jogo. Do outro lado, as exigências e a aparente relutância em, como se diz por aí, “assinar de cruz” e continuar a servir o clube que o projectou e cujo símbolo transporta ao peito.

Bruma é definitivamente um jogador fora do vulgar. Isso mesmo reparam alguns editores de desporto internacionais e de publicações pouco convencionais. Nos Estados Unidos, o Bleacher Report escreve que “Bruma Could Be Successor to Cristiano Ronaldo for Portugal”. Desde São Francisco, num artigo em que resume as últimas novidades sobre a performance do atleta, a publicação mostra-se assombrada: “His finishing has been the best in the competition, and his exuberance has only enhanced what is a unique, exciting set of natural abilities”. Em Londres, o Here Is The City alerta dos Red Devils: “Bruma - The next Cristiano Ronaldo who Manchester United need”.

Sem renovação definida, o receio é o de que um bom desempenho do jogador no mundial de sub-20 venha a ditar uma saída precoce. Porém, e já que, oficialmente, ainda não estamos em época de saldos, vamos aguardar, até porque, como se comprova pelas constantes referências ao Sporting por essa blogosfera fora, as performances individuais são bem capazes de evidenciar algumas das qualidades ainda existentes no plantel e potenciar futuras mais-valias com alguns dos que ainda não deixaram de Alvalade.