Nuno

Bazófia vs Ambição

por 17 de Junho de 2013Os textos do Damas0 Comentários

Agora no futsal. 

Depois daquilo que acredito ser um acidente de percurso – leia-se derrota – um pouco por toda a blogosfera leonina verifica-se um ataque ao treinador Nuno Dias. Uns adjectivam-no de arrogante, outros de pouco humilde. O que acaba por ser natural, devido ao facto da fasquia para estes adeptos estar cada vez mais afastada da realidade.

Será obrigatoriamente um motivo de reflexão para estes que opinam de forma voraz e sem qualquer sentido. 


O discurso ambicioso de Nuno Dias, deveria ser enaltecido e não criticado. Falamos de uma equipa que foi demolidora durante uma época inteira, de uma equipa que bateu todos os recordes de golos marcados e sofridos, de vitórias consecutivas e que deixou o adversário a 16 pontos de distância, o que devia o treinador argumentar?

Somos incomparavelmente superiores ao adversário e eles também têm noção disso. Nuno Dias colocou a fasquia no topo, consciente que a sua equipa não irá desiludir. Este fim-de-semana, alguém que foi atleta de Nuno Dias, disse-me que este é um treinador que exige 200% em todos os treinos, que é extremamente competente no que faz e que tem um apetite por vitórias incapaz de saciar, contudo, as suas principais características são a humildade e a confiança que deposita no seu trabalho.

Contínuo convicto de que nada, nem ninguém, nos roubará o 11º título de campeão nacional. De pouco vão servir estas ameaças nos túneis – um hábito para os lados de Carnide -, os gritos histéricos dos comentadores da RTP1 ou a crítica dos próprios adeptos.

Quem pensa que este discurso é semelhante àquele que o adversário teve no futebol, está redondamente enganado. No Sporting não se festejou por antecipação, não se mandou pintar autocarros, nem fazer camisolas de campeão, apenas foi dito, que o Sporting é superior, que tem o desejo de ganhar e que o vai fazer.

Por favor, não confundam bazófia com ambição.


Sporting Sempre.