sporting-camisola

A Diferença de Tratamento

por 19 de Junho de 2013Os textos do Damas0 Comentários

Quase desde sempre, o Sporting Clube de Portugal tem sido relegado para um plano secundário no que á comunicação social diz respeito. O espectro dos diários desportivos indica isso mesmo, com dois deles a serem abertamente conotados com Benfica e FC Porto e outro que, na teoria seria mais ligado a setores sportinguistas, pratica uma tática de guerrilha que mais não faz do que trazer para a estampa assuntos sensacionalistas.

O problema não se cinge apenas ao futebol. A cultura patente nesses diários faz com que o futebol seja o desporto todo-poderoso, relegando para uma nota de rodapé na primeira página os restantes acontecimentos dignos de registo nas outras modalidades. Exemplo disso aconteceu nas estampas de segunda-feira, onde a vitória de Rui Costa na Volta á Suíça em bicicleta, feito importantíssimo para a modalidade, tenha sido relegado para os cantos da mesma.



Aqui surge o primeiro ponto de discórdia. Sendo o Sporting um clube eclético por excelência, mais ainda que os outros ditos “grandes”, sofre na pele por esta indiferença. Por outro lado, as vitórias de Benfica e FC Porto, não deixando de ser meritórias e dignas de destaque, são empoladas para que pareçam feitos sem par no desporto português. O segundo exemplo verifica-se na vitória, sem sombra de dúvidas importante, do Benfica na Liga Europeia de hóquei em patins. Muito se falou no historial deste troféu, mas quase nem se mencionou que a primeira vitória portuguesa no habitual domínio espanhol, pertence ao Sporting Clube de Portugal, no já longínquo ano de 1977, mas com uma das melhores, unanimemente considerada, equipa de sempre.

Mas é no futebol, como modalidade de maior destaque, que esta diferença de tratamento mais se acentua. A conjuntura financeira que o Sporting atravessa propicia a algumas notícias que têm vindo a público, mas o respeito deve ser exigido por todos nós. As novelas das renovações das jovens promessas Tiago Ilori e Bruma têm sido fabricadas, quase na sua totalidade, pelos órgãos de comunicação social que, deixando de ter acesso a fontes dentro do clube, lançam manchetes que mais não fazem do que desestabilizar o clube e os jovens que, por sinal, se encontram a preparar o Mundial sub-20. Também Rui Patrício, depois de Bruno de Carvalho ter afirmado que não haverá negócios com os outros “grandes” tem sido uma pedra de arremesso contra o Sporting Clube de Portugal.

Qual será a diferença entre os casos que continuamente trazem o Sporting para as primeiras páginas e o caso de Fernando do FC Porto e Óscar Cardozo do Benfica? O primeiro já afirmou abertamente querer sair do FC Porto mas pouco se fala sobre isso, quando se trata de um jogador que em todos os defesos afirma tal desejo. Por outro lado, Cardozo teve uma atitude que diz tudo sobre o seu profissionalismo e tudo tem passado pelos “pingos da chuva”, talvez porque não há propostas concretas, ou porque é desejo aberto da sua direção manter os seus serviços.

Ocorressem casos desses no Sporting Clube de Portugal e seríamos machete todos os dias da semana. Falariam empresários, antigos dirigentes e antigos colegas de equipa, os amigos e até o pai do jogador. Porém, a diferença de tratamento faz com se fale apenas mal do Sporting Clube de Portugal, nunca mencionando, por exemplo, o difícil trabalho em reequilibrar financeiramente o clube que a direção de Bruno de Carvalho tem feito. O constante trabalho nas camadas jovens nunca se menciona, mas a conquista meteórica de títulos por parte de outros clubes já aparece inclusive em noticiários televisivos.

Não fosse o Jornal Sporting, digno informador dos sportinguistas, e todos nós estaríamos entregues a esta comunicação social que apenas quer o Sporting a caminhar os lentos passos da morte. Não deixaremos e estaremos sempre aqui, para manter o Sporting Clube de Portugal como um emblema digno e respeitador.
Nota final: é preciso dar mais exemplos ou os comentários da final do play off de futsal dizem tudo?


Sporting não de Lisboa, mas de Portugal