ta-C3-A7a

Recordar é viver.

por 15 de Maio de 2013Os textos do Damas0 Comentários

“Foi o pé, foi o pé direito, que chutou a bola assim daquele jeito”, conforme Mário Simões popularizou uma das músicas que compôs sobre o célebre pontapé de «canto» do Morais, o nosso mais mediático e recordado golo.

Neste 15 de Maio, e porque nos prezamos de ser um clube com memória, nada mais justo que felicitar todos os que contribuíram para esta retumbante vitória e recordar aqueles que, embora já tenham partido, farão por todo o sempre, parte integrante da nossa gloriosa e centenária história!

Viva o Sporting!” 
http://www.sporting.pt/Noticias/Futebol/Fut_Prof/notfutprof_clubeta%C3%A7adasta%C3%A7as49anos_140513_111299.asp

A 15 de Maio de 1964, o Sporting venceu o MTK Budapeste por 1-0, na final da Taça das Taças, arrecadando o seu primeiro (e único no futebol) troféu europeu. Foi um caminho longo e sinuoso que obrigou a dois playoffs de desempate com Atalanta e Lyon; uma reviravolta com o Manchester United (5-0) após os leões perderem a primeira mão por 4-1; e, inclusivamente, uma finalíssima, pois o primeiro jogo da final com a equipa húngara, terminou empatado a três bolas. Ainda assim, o grande caminho valeu a pena, pois, hoje, todos os Sportinguistas e Portugueses no geral, recordam com saudade o “Cantinho de Morais”, um momento mágico que garantiu para Portugal a sua única Taça das Taças. 

Foi há 49 anos que o Sporting conquistou a Taças das taças. Uma conquista que colocou o nome do Sporting no alto patamar do futebol internacional. No patamar dos clubes tão grandes como os maiores da Europa.

Sporting Sempre.