zezinho-woll

O último.

por 18 de Maio de 2013Hoje é dia de Sporting0 Comentários

Tudo se começa a perfilar para a saída de Jesualdo Ferreira. Sou um confesso admirador do trabalho do professor e independentemente da sua saída, só tenho a tecer comentários positivos ao provável ex-treinador Leonino. Enquanto não se torna oficial, vamos mandando uns bitaites e avaliando o que há para lá do mundo Jesualdo.

Reparo nas redes socias e nos respectivos grupos associados ao mundo Sporting, uma vontade em contar com um treinador ideal para comandar este frágil barco, mas isso não se avizinha uma tarefa facil no que ao campo da unanimidade diz respeito. O Sporting foi, é e será obviamente um clube atractivo para qualquer treinador. Para um treinador com experiência, para a irreverência de um jovem ambicioso, para um treinador de créditos firmados ou para um outro que procure pelo seu lugar ao sol.


Desde Marco Silva a Jesus, Leonardo Jardim a Rui vitoria, Jupp Heynckes a Paulo Fonseca, Marcelo Bielsa a Manuel José, todos têm qualidades e defeitos, uns poderão ser uma realidade possível, outros poderão fazer, apenas, parte de desejos ou preces da nossa parte e todos eles merecerão uma discussão pormenorizada.


Hoje é o último jogo da época e tudo indica que será, também, o último jogo do actual treinador.

Mais logo, em Aveiro nada disso conta! Chegámos ao fim da meta e tudo o que devíamos ter suado, corrido, marcado, para honrar o símbolo que envergamos, não o conquistámos. Contudo, nada do que foi enumerado faz sentido esmiuçar agora. Chegámos ao fim e reconhecemos que pior do que a situação em que se encontra o Sporting hoje, é impossível repeti-la na história do clube. Assim, veremos e viveremos este último jogo da época e gritaremos todo o apoio ao nosso clube do coração, esperançados e crentes do nosso futuro sucesso.


No já habitual onze d’ As Redes do Damas, hoje, em jeito de brincadeira e sendo este o último jogo da época, abrimos uma excepção e colocamos aquele que foi o melhor onze de 2012/13: guarda-redes; Rui Patrício; Defesas; Ínsua, Rojo, Ilori, Cedric, no meio campo; Rinaudo, Dier, Elias e na frente: Capel, Bruma e Wolfswinkel.

Sporting Sempre.