bdcparte1

De vento em popa

por 31 de Maio de 2013Os textos do Damas0 Comentários

É inequívoco que este Sporting, é liderado de forma diferente. Bruno de Carvalho, dia após dia, demonstra que não é só através das palavras, mas também através de muito trabalho árduo e de uma determinação inabalável, que aos poucos e poucos, a casa vai ficando mais arrumada.

O exemplo das negociações com a banca, foi um “cheirinho” da sua personalidade e do que pretende para o Sporting. Não recuou, não prestou vassalagem e mais importante, não se intimidou.

Num estilo arrogante, mas que não podia ser de outra maneira, colocou a comunicação social em sentido. Não permitiu especulações, emitiu comunicados com timings perfeitos, interrompeu conferências de imprensa quando achava que não se tratavam de perguntas pertinentes – falo da apresentação de Leonardo Jardim – e fez do sarcasmo, o único caminho possível para que algumas entidades da comunicação social, nomeadamente o Grupo Cofina, deixassem de fazer do Sporting, o seu bode expiatório ou o conteúdo para as suas revistas cor-de-rosa. Bruno de Carvalho, trilhou um caminho para reerguer o Sporting e até ao momento não tem claudicado.

Mais recentemente, de igual para igual e de homem para homem, respondeu a Pinto da Costa com ironia e inteligência. De pé firme e sem baixar as calças, como os seus antecessores, deixou claro que em Alvalade, já não existem os bananas que lhes venderam das melhores frutas da época e por isso ameaça recorrer à FIFA, caso o F.c.Porto, não cumpra como os valores estipulados pelos direitos de formação do jogador em questão. Pessoalmente, sinto-me orgulhoso e honrado em ver o meu clube, ser defendido por alguém, perdoem-me a linguagem, com “eles” no sitio. 

O presidente, continua a demonstrar um pulso de ferro e nós, adeptos leoninos, esboçamos um sorriso, por constatar que desde que assumiu o cargo, tem mostrado quem manda e de que fibra é feita este Sporting Clube de Portugal.

Na passada terça-feira, a um jornal desportivo, Bruno de Carvalho, concedeu uma entrevista subliminar. Entrevista essa que, num sentido figurado, teve o efeito equivalente a um valium na cabeça dos Sportinguistas. Acalmou os adeptos com os sintomas de stress e intranquilidade, serviu também para tirar algumas dúvidas e aliviar algumas das preocupações da imensa nação leonina. 

Uma entrevista relaxante, onde também deixou claro que, não haverá espaço para negociatas, nem alianças com nenhum dos principais rivais, que o Sporting não se vai deixar levar por jogos de bastidores por parte dos agentes desportivos e/ ou empresários de jogadores, e ainda, que o Sporting não se encontra em saldos.

Bruno de Carvalho, está próximo dos adeptos. Apresenta na maior parte das vezes, um discurso transparente, com os pés bem assentes no chão, sem dar aso a falsas esperanças, e sempre focado no objectivo de elevar o nome do Sporting clube de Portugal.

No dia de ontem, segundo avançou à Radio Renascença http://rr.sapo.pt/bolabranca_detalhe.aspx?fid=45&did=109198 -, Bacelar Gouveia « Estamos, também, a ultimar a auditoria de gestão. Ela já está definida nos seus termos gerais, mas, nos últimos dias, temos vindo a afinar pormenores.» Esta notícia, trata-se da cereja no topo do bolo. Será uma oportunidade de ouro para finalmente se apurar os responsáveis, que durante anos e anos a fio, andaram a lambuzar-se à pala do clube e a conduzi-lo para uma situação devastadora. 

Esta auditoria, representa um grande passo para o futuro do Sporting. Vale mais meia auditoria, que todos os “Gilhas” e “Midos”, desta vida. Está mais do que na hora dos Sportinguistas saberem a verdade, de saberem quem foram os autores dos negócios ruinosos, quer a nível do património, quer a nível desportivo. 

Bruno de Carvalho, continua exemplar na sua forma de liderança. As promessas eleitorais, até ao momento, têm sido cumpridas, o que revela que o trabalho do nosso presidente, segue de vento em popa. Se continuar neste caminho e a este ritmo, não tenho a mais pequena duvida que o nosso clube voltará rapidamente ao patamar a que pertence. O topo do futebol nacional. 

Sporting sempre.