adrien

Até ao fim

por 11 de Maio de 2013Hoje é dia de Sporting0 Comentários

Joga-se hoje o último jogo da temporada em Alvalade e espera-se obviamente uma vitória diante do Olhanense. 


A luta ainda não acabou. Está cada vez mais difícil e cada vez mais longe a possibilidade do Sporting conseguir o apuramento para a Liga Europa, mas, como diz o ditado popular, ‘até ao lavar dos cestos é vindima’. 

Hoje, trata-se de um jogo em que é obrigatório vencer para poder continuar a alimentar este “sonho”. Jesualdo Ferreira declarou que é imperativo ganhar, e afirmou que não é tempo para mágoas, pedindo por isso alegria à equipa leonina. Já o presidente Bruno de Carvalho, exige superação e recusa que a toalha seja atirada ao chão: «Apesar da Liga Europa estar cada vez mais distante, enquanto for possível temos que lutar. Não estamos contentes nem felizes [situação desportiva do clube], temos de fazer muito mais e melhor, nada se alterou desde o jogo com o Paços de Ferreira. O nosso raciocínio é este, fazer muito mais e melhor. Não é um atirar de toalha ao chão, mas sim fazer o que sempre disse, ou seja, temos de nos superar, o Sporting é isso, é uma superação diária, é este orgulho que temos em ser do Sporting. Temos de fazer muito mais e melhor, é essa a nossa missão.».

É o último jogo para os sócios, o último jogo para os adeptos e o último jogo para Ricky Van Wolfswilkel no reino de Alvalade. É um jogo para se festejar. Será um jogo para aplaudir de pé o número 9 leonino e agradecer-lhe pelo suor, pelo empenho e pelo seu profissionalismo ao serviço do Sporting Clube de Portugal. É também uma boa oportunidade para os que o assobiaram, sem razões, reconhecerem as capacidades do jovem holandês que, em duas épocas – sendo esta o que todos sabemos , marcou 43 golos em 85 jogos.


Neste jogo de despedidas, que prevaleça a vontade, o querer e a ambição. Hoje e sempre, o Sporting tem de lutar enquanto for possível. Tem de lutar até ao apito final, até ao fim do campeonato, até ao fim de todos os jogos. Hoje e sempre, o Sporting tem de jogar para ganhar, tem de acreditar e tem de tentar, porque isto também faz de nós um clube ainda maior.


O onze d´As Redes do Damas: guarda-redes: Rui Patrício; defesas: Miguel Lopes, Ilori, Rojo e Joãozinho; no Meio-Campo: Adrien  aqui era o Zezinho , Schaars e André Martins; na frente: Bruma, Capel e Van Wolfswinkel.

Sporting Sempre.