post

O Clássico

por 2 de Março de 2013Hoje é dia de Sporting0 Comentários

Hoje o dia é de clássico, e eu sei que as estatísticas valem o que valem mas agarrando-me a elas por serem a única coisa que neste momento nos podemos agarrar, pois bem: contando apenas os últimos cinco anos, só por uma vez o Sporting foi batido em casa frente ao Futebol Clube do (S)porto. 

O Sporting hoje, entrará em campo sabendo de antemão que o melhor jogador adversário – o anão – não estará presente e sabe igualmente que Mangala não fará parte das opções de Vítor Pereira, mas apesar das baixas portistas, o Sporting vai encontrar a equipa que melhor futebol pratica na primeira liga. 

O Porto, é uma equipa tacticamente disciplinada e que gosta de controlar os tempos e ritmos de jogo mas a jogar em casa, o Sporting e a sua a classificação e percurso nesta época, têm que ficar escondidos durante 90 minutos. Escrevo com a camisola do Sporting vestida, com a alma cheia e sabendo que à 21ª jornada, o Sporting, só pode jogar pelo prestígio, pela honra e por amor á camisola. 

Vamos assistir ao regresso de um homem cobarde e mau profissional – Izmailov-, vamos assistir ao regresso de um ídolo de gerações – Liedson – mas continuamos cientes da nossa identidade. O jogo de mais logo tem que ser encarado com uma questão de dignidade e respeito  

Depois dos inúmeros pontapés na “boca” que levamos deste clube não nos resta mais nada que não seja, entrar para dentro de campo e representar com o máximo de brio e honestidade este grande clube que nos continua a moer e a deixar cicatrizes semana após semana. Hoje o Sporting se entrar com o mesmo amor e ambição que os adeptos têm pelo clube, tudo será mais simples e mais bonito. 

No já habitual prognóstico, deixamos aqui a opinião para o 11 inicial: Guarda-redes; Rei Patrício, Defesas; Miguel Lopes, Eric Dier, Rojo e Joãozinho, no meio campo; Rinaudo, Zezinho e Labyad, na frente; Capel, Bruma e Van Wolfswinkel.

Sporting Sempre.