estoril

A turma do professor Jesualdo.

por 22 de Fevereiro de 2013Hoje é dia de Sporting0 Comentários

À margem do momento eleitoral do clube, o Sporting defronta hoje o Estoril-Praia, no jogo que abre a 20ª jornada e que, em caso de vitória, pode colocar a nossa equipa mais perto dos lugares de acesso à Europa. Ainda com a memória bem avivada do jogo de Barcelos, existe naturalmente a crença na obtenção dos três pontos e existe também a esperança de que, no jogo desta noite, a rapaziada que nos deixou com água na boca, volte a entrar em acção com a mesma postura, com a mesma atitude e com o mesmo talento. O desejo, esse, é que no fim da partida os alunos tenham sido novamente aprovados com nota positiva.

O professor tem adoptado uma postura “paternal” e isso tem conquistado e cativado esta renovada turma. Jesualdo Ferreira apresenta um discurso virado para a defesa dos seus jogadores e tenta desanuviar alguma pressão que possa recair sobre os ombros dos novos pupilos. Não deixando de lado a ambição de ganhar, pois esse é o único caminho para a conquista de um objectivo mínimo, o treinador leonino faz questão de deixar claro que é preciso trabalho e dedição para continuar no bom caminho. Jesualdo Ferreira tem um árduo trabalho pela frente, mas, ao mesmo tempo, aliciante, e tenho ideia de que, para ele, tal deve ser bastante satisfatório. Lidar com miúdos sem vícios, disponíveis para aprender e com grandes capacidades é uma mais valia para um treinador. E, se a isto se juntar a experiência dos colegas de anos mais velhos, esta turma pode vir a resultar numa combinação perfeita para um futuro totalmente oposto ao passado recente.

O treinador adversário, Marco Silva, no já habitual discurso de pré-vitória, afirma que o objectivo passa por ganhar. Empatados na tabela classificativa, hoje, a equipa da casa joga com a motivação extra de poder praticamente carimbar a permanência. No estádio António Coimbra da Mota, o Sporting tem de entrar da mesma forma que entrou frente aos gilistas e, se possível - senão for pedir muito - com a mesma eficácia. Sabemos que mais logo a prata da casa voltará a entrar em força. Teremos de ser pacientes e apoiar estes alunos que tão bem nos respeitaram na primeira aula a sério e em conjunto.

O Professor dos rapazes vai obrigatoriamente fazer mexidas na equipa. Joãozinho está castigado e prevê-se - e bem - que Rojo ocupe o lugar. Na convocatória para este jogo, voltam a ser 6 portugueses e 9 jogadores oriundos da Formação. O Sporting do professor Jesualdo corre o "risco" de defrontar o Estoril com o jogador mais velho em campo a ter 25 anos. Corre o "risco" de ser uma das equipas mais jovens de sempre do campeonato nacional e corre o "risco" de ter uma das equipas mais portuguesas da primeira liga.
Os "riscos" são muitos e o teste será complicado, mas o Professor sabe que nesta turma há muito talento e qualidade. Resta-nos esperar que, hoje, a inspiração e a determinação desta nova "fornada" de Alcochete faça novamente acreditar que a nota do último teste não foi obra do acaso, mas sim o resultado de um bom ensinamento.

Para hoje, aqui jogava-se com: Rei Patrício, na baliza; defesas: Miguel Lopes, Dier, Ilori e Rojo; no meio-campo: Rinaudo, Zezinho e Labyad; na Frente: Bruma, Capel e Van Wolfswinkel.

Ass: Sporting Sempre