post-sabado

A conversa dos malucos

por 2 de Fevereiro de 2013Hoje é dia de Sporting0 Comentários

Primeiro vinha da Turquia, era alto e espadaúdo, era a aposta para reforçar o ataque, mas o empresário do jogador acusou o Sporting de ser pouco lesto nas negociações. Depois foi anunciada a contratação de um símbolo do Sporting, um homem que sempre deu o que tinha em prol do clube. Felizmente, alguém na blogosfera desportiva conseguiu avisar o génio Godinho que não podia contratar um jogador que tivesse alinhado por mais de duas equipas na mesma época. Mas, avisaram tarde. É que, minutos depois, a BBC informa o mundo que Godinho e a sua tropa estão perto de conquistar o Óscar para a categoria dos erros desportivos mais grosseiros na história do futebol. 


Não satisfeito com as suas trapalhadas, Godinho decide agarrar no telemóvel e ligar para os amigos do norte. Fruto das fortes alianças, pediu o Kléber, e os amigos disseram que sim. Mas, o génio não teve a capacidade de seduzir um jogador que está aleijado há um ano e que não tem lugar no actual plantel dos amigos. Em desespero e em cima da hora, lembra-se de que existe um avançado em Coimbra, que, por sinal, até pertence ao clube, mas, como diz o ditado, a pressa é inimiga da perfeição. O Sporting de Godinho saiu novamente a perder. E, bem ao seu estilo, aparece a disparar em todas as direcções e contra todos os alvos, em detrimento de se assumir culpado e responsável por mais uma série de erros crassos e episódios lamentáveis nesta reabertura do mercado.

Resultado do mercado de transferências:

Saídas – Elias, Gélson, Carriço, Insúa, Izmailov e Pranjic.

Entradas – Miguel Lopes, Ventura e Joãozinho.

Após o empate caseiro na jornada passada, foi escrito aqui n´As Redes do Damas o seguinte: «Já se falou de Liédson, agora fala-se de Ghilas e, amanhã, a conversa pode até ser outra. Até à data de fecho do mercado, esperemos é que não estejamos todos a falar para uma parede e que, no final, acabemos a falar sozinhos».

Pois bem, o mercado fechou, a conversa foi outra e nós acabámos novamente a falar para a parede. O número 9 do Sporting continuará a ser o único ponta de lança do plantel leonino.

Hoje, o Sporting volta a entrar em cena. O jogo em Vila do Conde, às 18 horas, terá de ser encarado com um único objectivo: Ganhar. Em caso de vitória, o Sporting, embora dependente de outros resultados, pode alcançar os lugares correspondentes aos objectivos mínimos para a presente época. Na habitual conferência de imprensa que antecede a partida, Jesualdo Ferreira definiu objectivos: «Temos como objectivo claro chegar à Europa, ter equipa mais competitiva e preparar as bases para a próxima época». O discurso do professor continua a ser transparente, sério e de respeito. Destaco ainda outras palavras de Jesualdo: «Vamos à procura de potencializar os jogadores, tornar a equipa mais competitiva e ganhar jogos. Essa será a nossa tarefa». Associando as palavras do professor à lista de convocados, podemos constatar que a aposta na formação está a ganhar contornos cada vez mais claros. Zezinho, João Mário, Ricardo Esgaio, Eric Dier e Pedro Mendes estão convocados para o jogo frente aos vilacondenses

Para o jogo de hoje, é ainda de destacar o regresso de André Martins e a ausência de Labyad – Jesualdo não terá gostado da resposta de Labyad no balneário?

                              

Será a terceira vez que a equipa de Nuno Espírito Santo irá defrontar o Sporting, esta época, mas a primeira com Jesualdo Ferreira no comando técnico da equipa. É legitimo que o Rio Ave tenha aspirações à vitória, mas eu sou do tempo em que o meu clube impunha respeito e não deixava que o adversário sonhasse ou se empolgasse em demasia.

O Sporting tem vivido dias verdadeiramente conturbados e está a passar por uma fase que deixa qualquer um maluco, mas seria óptimo que os jogadores do Sporting se abstraíssem desta maluqueira e conseguissem amortizar esta loucura. Esperamos e desejamos que, em Vila do Conde, o Sporting jogue com esforço, com dedicação e por amor à camisola.

Nota: a foto é retirada do site do jornal A bola. Está tudo tão maluco que até os jogadores do Sporting mudam de nome.

Ass: Sporting Sempre.