niculae

O power Ranger Verde.

por 31 de Janeiro de 2013Os textos do Damas0 Comentários

Ontem estive a vasculhar o meu velho baú. Estava cheio de brinquedos antigos que tantas horas passaram comigo. Uns tinham ficado muito gastos. Alguns estavam até partidos. Eram tantos que, confesso, já nem me lembrava de boa parte.

Não tenho a certeza porque lá fui. Na verdade, nem tenho tempo para brinquedos. Como toda a gente, ao avançar nos anos tive de concentrar-me nos problemas e nas responsabilidades trazidas pela escola e pelo trabalho, pelo que os bonecos foram deixados para trás. Mas, talvez pelo vazio que hoje é sentido, ataquei aquela antiga arca.

Por entre tanta tralha, encontrei um, lá no fundo, que ainda reluzia. Quando o agarrei, a nostalgia apoderou-se de mim. Sei que me senti feliz, mas ao mesmo tempo com uma estranha vontade de chorar. Tocar naquele brinquedo era voltar à gloriosa infância, em que o Presente era simples e o Futuro seria, certamente, feito de vitórias. E estava ali, na minha mão, um dos meus brinquedos de meninice preferidos: o Power Ranger verde.

Era lindo! Toda a sua forma demonstrava uma raça atroz, capaz de travar batalhas com qualquer “inimigo”. Podia levar muita porrada, mas levantava-se e lutava como se de um leão se tratasse. Passei horas a sonhar na companhia do Power Ranger que, sabia eu, era verde não só por fora mas também por dentro.


A verdade é que já não se fazem brinquedos como aquele. Agora as crianças brincam com aparelhos totalmente impessoais, sem chama, sem emoção. Não sabem a verdadeira cor do seu interior. E os adultos não estão melhor: foram obrigados a viver de memórias e a habituar-se a estas frias imitações.

Acabei por tirar o Power Ranger verde do baú. É um brinquedo que merece continuar a ser usado. E ainda que eu já não brincasse há muitos anos, peguei nele e voltei às minhas batalhas, aos meus sonhos cheios de conquistas, como um verdadeiro leão. 

Hoje, o Presente não passou a ser simples. Mas o Futuro voltou a ser imaginado cheio de vitórias.

Marius Niculae, o Power Ranger verde.



Ass: Verde até ao tutano.