ng1051691

O Sporting de luto

por 29 de Outubro de 2012Os textos do Damas0 Comentários

Ainda sobre o jogo de hoje frente à Académica, é impossível esquecer – e todos os anos a memória trata de cumprir a sua função – o jogo de 31 de Janeiro de 1999, em Alvalade. 

À 20ª jornada, o Sporting recebia a briosa mas o negro estava de ambos os lados. Depois de uma arbitragem «vergonhosa» de Jorge Coroado, em Chaves – que terminou com o brilhante saldo de dois golos mal anulados, dois penáltis não assinalados e um empate 2-2 -, uma arbitragem à qual o ex-árbitro regularmente se refere como uma «azia», José Roquette, então presidente do Sporting, decretou o «luto pelo futebol nacional». À época, a direcção considerava que a «verdade desportiva» do campeonato nacional estava «ferida de morte» e o luto foi feito em pleno Estádio de Alvalade. 

Cartoon Record: «Os leões não gostaram da forma como as coisas estavam a correr para o seu lado e decidiram dar um murro na mesa, revelando ao Mundo que se encontravam de luto devido ao estado do futebol português.»
Perante 30 mil espectadores, a Académica - que apoiou o luto do Sporting - alinhou de branco, mas entrou em campo com o negro do traje académico. Nas bancadas, o habitual verde e branco foi substituído pelo negro do luto. O Sporting alinhava de calção preto e meia preta. Resultado final: 5-0.
Video do jogo: http://www.youtube.com/watch?v=bvCS5T91HN4