69744

Tudo em Família

por 20 de Setembro de 2012Hoje é dia de Sporting0 Comentários

«Na qualidade de delegado ao jogo, o dirigente Manuel Fernandes defendeu correcta e adequadamente, mas de forma intransigente, como sempre o fez, a instituição Sporting Clube de Portugal. Fê-lo no desempenho cabal das suas funções de delegado da equipa do Sporting B».


1ª página Jornal Sporting, 20 set 2012
Longe vão os anos em que antiga glória do Sporting nos brindava com momentos de pura classe. Lembro-me, mais novo, de ouvir o meu Pai dizer que cada vez que via o Manuel Fernandes jogar ficava mais Sportinguista. Vá-se lá saber se isso é possível! Um matador puro, do melhor que passou no nosso clube e com a grande vantagem de lhe correr sangue verde nas veias. Neste caso com o Arouca, que muita tinta fez correr nos jornais, o Sporting fez o que se faz numa família, proteger. Porque todos sabemos que, o que alegadamente possa ter acontecido, terá sido em prol do Sporting.

Ainda sobre Manuel Fernandes, o jovem ponta-de-lança Betinho deixa as seguintes considerações: «É muito bom trabalhar com alguém que sente e percebe melhor do que ninguém como é jogar na minha posição, ele dá-me muitos conselhos». Sem conseguir prever o futuro, posso assegurar que, com o talento de Betinho e com os ensinamentos de Manuel Fernandes, o futuro ponta-de-lança do Sporting – de quem, aqui n'As Redes do Damas, somos todos admiradores confessos - passará mesmo por este miúdo. O tempo nos dirá.

Falando do Sporting, e do jogo de hoje frente ao Basileia, Sá Pinto diz: «É fundamental que continuem a acreditar nesta equipa. Este não é um caminho fácil, a época ainda agora está a começar, mas o Sporting deve sentir-se orgulhoso pelos jogadores que tem, comprometidos com os valores do clube». Nos últimos tempos, a blogosfera Leonina tem sido pródiga em adeptos tristes, com vontade de deixar tudo para trás e ignorar esta paixão pela equipa, cujos momentos de alegria tem sido verdadeiramente fugazes. A estes e a todos - até mesmo aos que apelidam de Lampiões os elementos deste blogue - queremos deixar uma mensagem de apoio. Vamos acreditar que hoje será melhor, vamos fazer mais um esforço e apoiar o nosso clube. Vamos estar ao lado de Sá Pinto e dos rapazes e acreditar que ainda vamos acordar para uma boa época. Juntos seremos mais fortes e unidos seremos invencíveis.

Deixada a mensagem de apoio e a vertente mais emocional, hoje, sem dúvida, o objectivo passa por ganhar. Ganhar. Tendo em conta os últimos jogos, e ainda que Pranjic não se tenha revelado uma má opção, esta seria uma boa altura para fazer regressar o nosso melhor lateral-esquerdo de há uns anos a esta parte. Insúa, pelo que mostrou até hoje, não merece ser esquecido e Pranjic, pelo garante técnico, pode até ser utilizado numa zona mais avançada do terreno, inclusivé na zona central. Quanto ao caso Adrien, é claro. Ainda que possa ter lugar no plantel, está longe de ser um titular indiscutível no onze do Sporting. A jogar em casa, ao ataque, é tempo de dar ouvidos aos adeptos e de deixar de lado as batalhas pessoais. Numa palavra: Labyad. Se estivermos enganados, cá estaremos para o admitir. Aqui não somos nenhuns magos técnico-tácticos, mas jogar com Elias, Izmailov e Labyad, em casa, e contra o Basileia, não poderá ser pior. De qualquer forma, a pergunta é a de sempre: estás mesmo de volta, "Czar"?

O Onze Inicial n'As Redes do Damas para este jogo – ainda condicionado pelas habituais lesões – é o seguinte: Rui Patrício, Cédric, Rojo, Xandão e Insúa. Elias, Izmailov e Labyad, apoiados nas alas por Capel e Carrillo e, na frente, bem sabemos que existem muitas alternativas, mas eu jogaria com o Ricky.
Um último e não menos importante reparo. Jogando hoje, Rui Patrício iguala o número de presenças de Vítor Damas na Europa, com 52 jogos. Está bem entregue o legado. Sporting Sempre!